Apesar do constrangimento que os problemas de ereção causam em um homem, principalmente nos mais jovens ou naqueles que estão começando agora uma nova relação, é preciso compreender que são eventos comuns à vida sexual masculina.

Seja por medo, insegurança ou mesmo pelo avançar da idade ou reflexo de algum problema de saúde, o fato é que todos os homens enfrentarão problemas de ereção em algum momento de sua vida.

Aliás, falhar é normal, e não deve ser visto como um problema quando se trata de algo esporádico. A questão se torna grave, apenas, quando esses problemas se tornam frequentes.

Se um homem começa a ter dificuldades em mais de duas relações sexuais por mês é preciso começar a busca por sugestões de tratamento não apenas para enfrentar como também ser capaz de vencer o problema.

Mas, você sabia que é possível aprender como resolver problemas de ereção apenas com a ajuda de exercícios? Acha impossível? Pois vamos lhe mostrar que isso é totalmente verídico.

Confira abaixo nossas dicas e, caso esteja enfrentando esse problema, comece a malhar agora mesmo. Se conhecer alguém que esteja lidando com a questão, passe as dicas imediatamente.

Como resolver problemas de ereção com exercícios diários?

Quando falhar se torna, verdadeiramente, um problema de ereção?

O problema de ereção é quando um homem não consegue manter seu pênis ereto durante a relação sexual. Embora cause enorme desgaste principalmente entre a parcela masculina, é um evento relativamente comum.

Para que você tenha uma ideia, cerca de 12% dos homens abaixo de 60 anos podem apresentar problemas para ter uma ereção em algum momento de sua vida. Para os maiores de 70 anos esse percentual é mais elevado, de 30%.

Apesar disso, não é necessário ficar neurótico a cada vez que você falhar na cama, achando que há algo de errado com seu corpo. Algumas vezes, simplesmente, não estamos exatamente no clima, o que dificulta bastante que o ato sexual ocorra da maneira como nós ou o parceiro gostaríamos.

Agora, se manter uma ereção se tornar uma questão frequente, é hora de procurar ajuda médica. Por isso, fique atento se o problema acontecer mais de quatro vezes em um único mês.

Como resolver problemas de ereção apenas com exercícios físicos?

Quem sofre com os problemas de ereção pode encontrar ajuda sem precisar apelar para medicamentos, que podem causar dependência psicológica, tornando esse homem incapaz de manter uma relação sexual sem a ajuda do medicamento.

Para isso, basta fazer alguns exercícios muito simples, em sua própria casa e todos os dias. Veja abaixo quais são eles e como praticá-los.

Exercícios para o assoalho pélvico

Muito comuns para as mulheres, nos homens os exercícios do assoalho pélvico são ótimos para tratar os problemas de ereção, pois aumentam a resistência e o controle que um homem tem durante as relações sexuais.

Além disso, esses exercícios fortalecem os músculos do pênis, impedindo o fluxo de urina e melhorando também a resistência dos músculos perineais, responsáveis por suportar a rigidez erétil e melhorar a ejaculação.

Para fazer esses exercícios, comece interrompendo o fluxo da urina sempre que entrar no banheiro, para que se familiarize com os músculos pélvicos.

Depois que os conhecer, você deve aumentar progressivamente a intensidade e o número de vezes em que esse aperto seja feito, até que se canse. No momento do exercício, não prenda sua respiração.

Vá empurrando para baixo ou aperto o estômago, as nádegas ou os músculos da coxa. Trabalhe até cinco segundos apertando e relaxando entre cada uma das contrações. Repita esses movimentos entre 10 a 20 vezes.

Prancha

Manter seu corpo nesta posição melhora a resistência na hora das relações sexuais, pois ela fortalece os músculos e ajuda a melhorar o impulso. Mas, para ser um exercício seguro deve ser feito com as costas sempre retas.

Para fazer esses exercícios, basta apoiar as mãos no chão, mantendo-as afastadas à altura dos ombros. Deixe então seu braço esticado e firme no nível da pelve.

Enquanto estiver praticando esse exercício, é preciso pensar que seu corpo é uma prancha sólida, para que permaneça mais tempo nesta posição.

Enquanto isso, procure encaixar seu abdômen, apertando a parte interna das coxas e o quadril e pressionar os calcanhares, para que as pontas de seus pés fiquem bem flexionados.

Espere então ao menos 20 segundos e faça cerca de 10 repetições por dia. Se quiser, pode modificar a posição e fazer o exercícios de joelhos.

Para isso, basta manter os braços totalmente estendidos com a palma da mão encostada no chão.

Agora, se quiser aumentar a carga da atividade, coloque um pé em cima do outro e segure esse movimento por dez segundos, para em seguida, mudar as pernas, sem comprometer o formato do restante do corpo.

Como resolver problemas de ereção com exercícios diários?

Estabilidade na bola

Considerado uma variação do abdominal padrão, o exercício de estabilidade na bola requer muito equilíbrio e estabilidade de quem o pratica. Mas, em compensação, ele melhora a capacidade de empurrar e fortalecer as costas.

Além disso, ele ajuda você a melhorar seu equilíbrio e conseguir um desempenho sexual muito melhor.

Para fazer esse exercício, basta colocar a parte inferior das costas em uma destas grandes bolas de ginástica, mantendo os pés firmes no chão, com a abertura em direção do quadril ou do ombro.

Então, basta colocar a ponta dos dedos atrás da nuca, enquanto levanta o peito, levante o pescoço. Procure concentrar suas forças na região do abdômen. Faça três séries de 30 movimentos cada, todos os dias.

Alongamento da lombar

Muito comum na ioga, esse exercício estica a parte central do corpo, aumentando a energia e o fluxo sanguíneo que chega até a região pélvica. Além disso, ele protege a parte inferior das costas, fortalecendo as duas regiões, evitando lesões.

Para fazer esses exercícios, basta manter as pernas esticadas e as partes superiores dos pés no chão. Então, com suas mãos apoiadas no chão, levante seu torso e role os ombros para trás e para baixo, impedindo que os ombros encostem no pescoço. Inspire regularmente por 15 segundos ou mais.