Disfunção erétil alimentos que podem diminuir seu desejo sexual e matar sua libido. Descubra os piores alimentos e evite para diminuir o risco de problemas de ereção

A disfunção erétil acontece quando o homem é incapaz de obter rigidez suficiente do pênis, o que permite uma penetração vaginal completa, o que resulta em um orgasmo com ejaculação no fundo vaginal posterior, resultando em uma relação sexual satisfatória. Essa incapacidade deve manifestar-se persistentemente para ser considerada uma alteração.

A idade é o fator de risco mais importante para sofrer disfunção erétil de qualquer grau e, em idade mais avançada, maior gravidade do processo.

O alcaçuz, disfunção erétil alimentos entre os piores alimentos

Esta planta doce é frequentemente usada para fazer alcaçuz e doces. Ele tenderia a reduzir a testosterona, um hormônio que está presente tanto nas mulheres como nos homens, o que desencadeia o desejo sexual.

Soja: um dos piores inimigos disfunção erétil alimentos

A soja é um dos alimentos naturais mais ricos em nutrientes. Ele contém uma grande quantidade de proteínas, carboidratos, lipídios, vitaminas A e B, potássio, cálcio, magnésio, zinco e ferro. Encontra-se em muitas formas: leite de soja, tofu, shoyu e tamari. Consumido demais, também diminui o nível de testosterona.

Menta pode ter efeitos negativos na sua ereção

A hortelã é uma das plantas medicinais mais famosas. Teria digestivo, antisséptico, tônico e estimulante. Mas muitas vezes usado para dar sabor a sorvetes, sorvetes e confeitos (doces, chocolates, chicletes, pastilhas de hortelã), isso afetaria a libido e consequentemente gera problemas de ereção. Escove os dentes ao invés de comer um doce que refresca o hálito!

Quinina

A quinina, o componente aromático das bebidas tônicas, é responsável pela redução dos níveis de testosterona. Encontra-se também em alguns refrigerantes. Dá um sabor amargo e uma fluorescência visível quando a bebida é submetida a radiação ultravioleta. Pense duas vezes antes de beber, especialmente se você pretende agradar sua parceira.

Flocos de milho

Se você está planejando um almoço na hora de dormir, evite a tigela de flocos de milho. Derivados do milho, esses flocos de cereais, cozidos com açúcar e vitaminas, não combinam bem com o desejo sexual e podem ajudar a você a ter problemas de ereção. Para o registro, flocos de milho foram inventados para acalmar o ardor sexual e os desejos.

O álcool pode afetar sua libido e seu desempenho sexual

O consumo excessivo de álcool pode deixar você cansado, torná-lo menos presente e ouvir as necessidades emocionais de seu parceiro, além de ser capaz de representar problemas de ereção. Procure moderar sempre no consumo ou a melhor solução que é consumir.

Uma refeição muito pesada

O desconforto associado à digestão de uma refeição muito pesada pode ser prejudicial ao ato sexual, afetando seu desejo e sua libido. Certifique-se de não comer demais para se sentir mais confortável, menos inchado e no topo de sua aptidão. Se você está frequentemente sujeito a problemas de digestão e inchaço, tente chá verde.

Alho, café, especiarias e outros alimentos que causam mau hálito

Certifique-se de não consumir alimentos que causem mau hálito, tanto para o seu parceiro como para se sentir em seu melhor e em confiança.  A falta de confiança é um dos principais responsáveis por disfunção erétil.

Feijão e outros alimentos ricos em fibras

Antes de fazer amor, evite feijões e outros alimentos ricos em fibras que possam fazer com que você se sinta inchado e lhe dê gás. Da mesma forma, evite comer alimentos muito ricos em frutose (como maçãs e melancia, por exemplo). Limitando o consumo desta lista de alimentos, você aliviará seu sistema digestivo.

Produtos naturais para aumentar a libido sem a supervisão de umprofissional de saúde

Evite consumir produtos naturais comercializados que alegam aumentar seu desempenho sexual sem a supervisão de um profissional de saúde. Muitos deles têm efeitos colaterais indesejáveis, além de serem ineficazes e representam um perigo para a saúde. Antes de tomar um medicamento, siga dicas para melhorar problema de ereção. Se uma baixa libido persistir pode prejudicar o casal ou a sua qualidade de vida, consulte um profissional de saúde que irá ajudá-lo e sugerir as diferentes alternativas de saúde e eficazes disponíveis para você.

Os hábitos inimigos de uma boa ereção

Não somente alimentos afetam seu desempenho sexual. Existem hábitos que combinados também são capazes de fazer qualquer homem apresentam uma disfunção sexual. Estresse, álcool, tabaco, diabetes ou depressão … Muitos fatores e patologias podem causar disfunção erétil.

O estresse

Em geral, o estresse é um inimigo para o homem. Não só ele pode causar doenças mais graves, mas ele é considerado culpado em disfunção erétil. Melhor tomar cuidado!

Álcool

Se uma bebida ou duas podem estimular o desejo e a excitação, por outro lado, quando um homem atravessa aquele limiar, ele então tem dificuldade em fazer amor.

Tabaco

Para não mencionar o dano nos pulmões, o tabaco não ajuda os distúrbios eréteis, até os torna piores!

Diabetes

Diabetes danifica os vasos de todo o corpo. Os distúrbios eréteis geralmente andam de mãos dadas.

Uma dieta ruim

Em geral, comer muita gordura e muito açúcar causa sérios problemas de saúde. E para piorar, aumenta o risco de impotência.

Alguns medicamentos

Alguns medicamentos, como antidepressivos ou alguma perda de cabelo, podem causar disfunção erétil. É necessário a todo custo falar com seu médico para que ele possa adaptar o tratamento.

A moto

Aviso para os amantes da bicicleta! O contato prolongado com uma sela que seja rígida demais promoveria o risco de impotência. Melhor limitar seus passeios de bicicleta!

Falta de sono

Um sono profundo e repousante é essencial para estar em boa saúde e ter belas ereções. Pelo menos oito horas por noite e sem usar remédios para dormir!

Estilo de vida sedentário

Não praticar esportes é um fator agravante da disfunção erétil. Então, para evitar isso, coloque seus tênis e corra um pouco de vapor!

Um distúrbio hormonal

A disfunção erétil também pode vir de um desequilíbrio hormonal. Para se certificar de que não é sobre isso, você tem que fazer um exame de sangue.