O sildenafil é a versão equivalente genérica do Viagra para a disfunção erétil. Como o original, também contém citrato de sildenafil, que facilita e melhora a ereção em apenas 30/60 minutos, com efeitos que duram até 4-5 horas depois de tomar. Desde 1998, a farmacêutica Pfizer é responsável pela comercialização exclusiva do Viagra, o tratamento mais popular para a disfunção erétil, com um volume de vendas que excede milhões.

Em junho de 2013, foi possível comercializar a versão genérica do Sildenafil, uma vez que a patente do Viagra expirou em alguns países. Pfizer, como outras empresas farmacêuticas, também decidiu produzir sua versão genérica de Sildenafil, garantindo pacientes os mesmos padrões de qualidade que são utilizados com o tratamento de baixo custo e produção de Viagra original.

Disfunção erétil genérico: O que é o Viagra Genérico e o SildenafilGenérico?

Viagra é a marca do remédio também conhecida como Sildenafil, que tem se mostrado eficaz para o tratamento da disfunção erétil. O Sildenafil é o seu ingrediente ativo e também está disponível desde 2013 como um medicamento disfunção erétil genérico. Um medicamento genérico contém o mesmo ingrediente ativo de um medicamento de marca e é equivalente a ele, no entanto, ele pode ser produzido por qualquer fabricante.

O Viagra foi um dos primeiro tratamento aprovado para o tratamento dos problemas de ereção e tem sido usado por milhares de homens em todo o mundo por mais de uma década com excelentes resultados. Pfizer é o fabricante original do Viagra e desenvolveu uma patente sobre o produto em 1996. Inicialmente, Viagra é utilizado para tratar a doença do coração, mas também durante os ensaios clínicos verificou-se ser eficaz no tratamento da disfunção erétil. Em 1998, Pfizer recebeu a aprovação da FDA para licenciar o produto para tratamento de problemas de ereção.

Em 2013, a patente da Pfizer no Viagra terminou permitindo que os fabricantes de medicamentos genéricos produzissem sua própria versão do medicamento. A versão genérica do remédio é conhecida como Sildenafil, que é o ingrediente ativo do Viagra. O nome Viagra, no entanto, é o nome da marca e, portanto, só pode ser usado pela Pfizer. O medicamento pode ser adquirido com a marca Viagra produzida apenas pela Pfizer ou pela versão genérica Sildenafil, que pode ser produzida por outros fabricantes, como a Sandoz e a Teva.

Viagra genérico

O sildenafil (“Viagra genérico”) funciona exatamente da mesma maneira que o Viagra. Ambas pertencem a um grupo de medicamentos chamados inibidores da PDE-5, que relaxam os vasos sanguíneos que irrigam o pênis. Isso permite que mais sangue flua para o pênis quando ele acorda, permitindo uma ereção.

Diferença de preço entre o Viagra original e o Sildenafil

O sildenafil é um medicamento genérico, o que significa que o seu preço não é controlado por um único fabricante. Como vários fabricantes produzem o remédio, o mercado se tornou muito competitivo, e isso ajudou a reduzir substancialmente o preço da versão genérica.

Viagra, por outro lado, só é produzido pela Pfizer, que controla o preço sem qualquer concorrência, isso é porque a empresa investiu um grande capital para desenvolver o medicamento, que não é necessário executar as empresas que produzem a versão genérica do mesmo. Como o Viagra é uma marca bem conhecida, a Pfizer pode cobrar um preço mais alto pela medicação.

Como funciona a versão genérica do Viagra?

Ambos Sildenafil e Viagra vêm na forma de comprimidos, e devem ser administrados com o estômago vazio cerca de uma hora antes da relação sexual. Eles não são afrodisíacos, então o usuário precisará ser sexualmente estimulado para que os remédios funcionem. Também é necessário evitar o consumo de álcool antes de tomar Viagra ou Sildenafil, pois isso pode limitar sua eficácia.

Tomado corretamente, o Viagra original e o genérico devem durar cerca de 4 a 5 horas. Não se decepcione se você não ver resultados imediatos ao tomar Viagra Genérico pela primeira vez, pode levar até oito tentativas de trabalho eficaz, alternativamente, seu médico pode recomendar uma dose diferente.

Uma versão genérica do Viagra é segura?

Viagra, Sildenafil, Cialis, Spedra e Levitra são usados ​​para tratar a disfunção erétil e são medicações seguras quando prescritos corretamente.

Existem certas condições nas quais o Viagra genérico pode não ser seguro e uma alternativa pode ser necessária. Isso significa que o paciente deve ser honesto sobre seu histórico médico e estilo de vida durante sua consulta.