Todos os homens podem estar sujeitos ao que é comumente referido como um colapso da ereção. Isso pode ocorrer pontualmente, causado por uma situação específica, embora também possa ser recorrente.

Disfunção erétil leve: Quando é falha na ereção é ocasional

A Disfunção erétil leve refere-se à impossibilidade ocasional de desencadear ou manter uma ereção para a relação sexual.

O pênis é composto de dois corpos cavernosos e um corpo esponjoso que permite a ereção. Antes da atividade sexual, a excitação é transmitida pelo cérebro ao pênis. O corpo cavernoso e o corpo esponjoso se enchem de sangue, o pênis incha, endurece e se ergue. Mas quando o influxo de sangue não é suficiente nos corpos cavernosos, o pênis não se expande.

Como reagir em caso de avaria da ereção?

Pode acontecer a todos os homens terem colapsos temporários de ereção. Se essas dificuldades episódicas chegarem a levantar incertezas no homem como “Não vou conseguir ter ereção por toda a minha vida?” ou “Eu tenho um distúrbio de ereção?” e outros semelhantes pode gerar uma impotência psicológica pela insegurança. Então, os colapsos não devem ser motivo de preocupação, simplesmente “desencana”…

Que atitude adotar no caso de uma ereção não ocorrer?

Acima de tudo, recomenda-se falar livremente com o seu parceiro e deixar que claro que naquele momento você não está a fim. A falha da ereção é frequentemente confundida com disfunção erétil ou impotência masculina, mas há uma diferença entre essas situações. A disfunção erétil é caracterizada pela incapacidade recorrente de alcançar ou manter uma ereção para a relação sexual por mais de 3 meses. Em contraste, o colapso da ereção é momentâneo. Então, não podemos falar sobre que existe problemas de ereção após uma única falha na ereção.

No entanto, se o distúrbio persistir, recomenda-se consultar um médico que possa ajudar a determinar as causas do problema e possivelmente prescrever um tratamento adequado.

Quais são as possíveis causas de uma falha na ereção?

Existem muitos motivos de psicológica ou física para qualquer homem ter a função sexual comprometida em uma ocasião ou outra, sem que haja realmente problemas de ereção.

Causas psicológicas e fadiga

Muitos fatores podem explicar o colapso da ereção, começando com o estresse, a tensão nervosa, a fadiga, o medo de não corresponder as expectativas de um parceiro novo ou a depressão entre outras preocupações.

Fator externo

Um contexto específico, como o medo de ser apanhado durante o sexo, pode levar a uma falha no ponto da ereção.

Razões de saúde

A falha da ereção também pode ser auxiliada por condições como doenças cardíacas, hipertensão, diabetes, colesterol alto, desequilíbrios hormonais, hipertireoidismo, hipotireoidismo ou procedimentos cirúrgicos. Estes são todos os fatores físicos que podem bloquear o fluxo de sangue para o pênis e prevenir a ereção. Estas causas são susceptíveis de causar disfunção erétil e não somente uma falha ocasional.

Substâncias ativas

Por fim, o homem deve estar ciente de que o consumo excessivo de álcool, cigarro ou certas drogas pode causar distúrbios eréteis que podem se repetir.

Alguns medicamentos também podem causar um colapso da ereção, incluindo hipotensivos, neurolépticos ou antidepressivos. Neste caso, é importante também conversar com o seu médico e não mudar o seu tratamento sem aconselhamento médico.

Falhas de ereção recorrentes como são tratadas?

A enzima que causa o relaxamento erétil é chamada de fosfodiesterase tipo 5 (ou PDE-5). Para bloquear a sua ação, aumentar o influxo de sangue para o corpo cavernoso do pênis e promover a ereção, existem os inibidores da fosfodiesterase tipo 5, também conhecidos como inibidores da PDE5.

Estas são moléculas, tais como sildenafil (o ingrediente ativo do Viagra), o vardenafil (ingrediente ativo do Levitra), o tadalafil (o ingrediente ativo do Cialis) ou a avanafil (ingrediente ativo do Spedra) que vai permitir para melhorar a qualidade da ereção.

Estes tratamentos devem ser prescritos por um médico. Se você está repetidamente sujeito a disfunção erétil e está considerando o tratamento, você pode recorrer ao seu médico. Os remédios para impotência masculina não devem ser utilizados sem prescrição médica. Esses medicamentos possuem efeitos colaterais e podem gerar problemas de saúde se administrados inadequadamente. Se os problemas de ereção forem recorrentes fará muitos exames até considerar a prescrição de medicamentos.