A disfunção erétil é um problema que acomete milhares de homens mundo a fora, surgindo assim uma série de grupos e clínicas especializadas no tratamento deste problema que acomete muitos homens.

Biologicamente falando, se trata da dificuldade de se alcançar ou manter uma ereção em uma relação sexual. Podendo não ocorrer a ereção ou ainda a chamada ejaculação precoce, pelos mais diversos motivos, como aqui abordado.

Disfunção Erétil no Idoso

Com o passar dos anos, e com o surgimento de diversos problemas de saúde que acometem os seres humanos, é muito comum que ocorra, nos homens acima dos 40 anos, também, problemas de ereção.

Disfunção Erétil no Idoso é mais comum de acontecer! - Entenda os motivos!

Um tabu pouco discutido em nossa sociedade, é a sexualidade da pessoa idosa, que ao contrário do que o imaginário popular propaga, tem ainda relações sexuais saudáveis e comuns, mesmo com a chegada da idade.

Com o envelhecimento, o homem adulto não possui mais a mesma facilidade e rapidez para se chegar à uma ereção natural, processo natural do corpo humano.

Diversos fatores influencia a construção da sexualidade do homem, e com esse envelhecimento, o homem idoso passa a ter uma maior propensão a desenvolver diabetes, câncer de próstata, obesidade, e todas essas doenças e mudanças em seu organismo podem provocar reflexos em sua saúde sexual.

Alterações de auto estima, ou doenças de origem psicológica podem também afetar a ocasião de relações sexuais, mas é importante que o homem idoso saiba que a chegada da idade não deve ser um impeditivo para que possa manter ativa a sua vida sexual.

É importante que com o envelhecimento da população, de maneira geral, seja mantida a qualidade de vida, do homem idoso.

Motivos para a ocorrência de disfunção erétil

São os mais diversos os motivos para a ocorrência da disfunção erétil.

A principal delas esta ligado aos fatores psicológicos, seja o único ou um dos motivos.

São os fatores como estresse emocional, coerção sexual e outros problemas pessoais, como problemas de relacionamento, emprego e financeiros, que podem gerar a disfunção erétil no idoso.

Todos esses fatores podem influenciar negativamente o desempenho ou até menos a ocorrência de ereções satisfatórias.

Depressão

No homem idoso, a depressão é um problema ainda mais comum do que no homem adulto ou adolescente, que pode, com o passar do tempo, gerar problemas de ereção no homem idoso.

Causas da disfunção erétil no homem idoso

Diversas são as causas para a ocorrência de problemas de ereção. Naturalmente com o envelhecimento do homem, há uma redução da libido e da qualidade e frequência das ereções, vamos falar de algumas delas:

Transtornos Vasculares

É uma das causas mais comuns, com o fator biológico diretamente envolvido.

Com a chegada da idade, há um estreitamento natural das artérias, essas que são responsáveis, no pênis, pela produção da ereção.

Esses transtornos podem gerar fibroses no órgão genital, além de outras partes do organismo, dificultando e muitas vezes impedindo a ereção natural.

Diabetes

Cerca de 60% dos homens acima dos 50 anos com diabetes apresentam problemas de disfunção erétil, seja esta leve até a disfunção mais severa.

As alterações vasculares e neurológicas geradas pela diabetes, podem gerar uma diminuição da velocidade dos impulsos nervosos que conduzem a ereção peniana, gerando assim a disfunção.

Medicamentos X Hormônios

Disfunção Erétil no Idoso é mais comum de acontecer! - Entenda os motivos!

Ainda, com o uso de medicação para as mais diversas necessidades, pode gerar a impotência, pois estes podem agir nos hormônios ou nos neurotransmissores que geram a ereção, sendo por isso uma causa que deve ser evidenciada para a geração da dificuldade de ereção.

Doenças Cardíacas

A disfunção erétil, principalmente na pessoa idosa, pode ser um indicativo da ocorrência de problemas cardíacos, por isso é importante sempre que se tenha o devido acompanhamento médico.

Tratamentos

Atualmente, com o avanço da medicina, encontra-se no mercado diversas opções para o tratamento a disfunção erétil no homem idoso.

Primeiramente, é importante consultar um médico, para que seja encontrada a melhor opção de tratamento para cada paciente, pois cada caso é um caso.

Vamos aos tratamentos:

Terapia

Para os casos onde não se encontra qualquer motivo biológico para a ocorrência da disfunção erétil, a provável causa esta vinculada à doenças psicológicas.

Assim, é recomendável a realização de terapia individual para o tratamento das questões que afligem o homem idoso, e assim, ele possa se desprender dos motivos que o levam a não conseguir, mentalmente, chegar a uma ereção satisfatória.

Uso de Medicamentos Orais

Caso a disfunção apresente além da causa psicológica, uma questão biológica envolvida, ou seja apenas esse o motivo da disfunção erétil leve, é aconselhável o tratamento através do uso de medicação oral.

No mercado, encontra-se várias versões farmacêuticas, que aumenta a vascularização das artérias penianas, facilitando assim a ereção.

Injeção local

O tratamento por meio de injeção intracavernosa também pode ser recomendável, de acordo com o especialista consultado.

As injeções devem ser realizadas de acordo com o prescrito, mas infelizmente muitos pacientes desistem das mesmas por ser relatada bastante dor no procedimento.

Tratamento cirúrgico

Outro meio de se enfrentar esse problema é através de intervenção cirúrgica.

Normalmente essa opção é utilizada para os casos mais graves, e a maioria delas são irreversíveis, por isso, deve ter bastante reflexão antes de se optar por esse tratamento.

Ainda, no caso da pessoa idosa, os riscos ao se realizar um procedimento cirúrgico são maiores, e por isso deve se ter maiores precauções para a realização desse tipo de procedimento.

Um dos tipos de cirurgia se trata do implante de prótese peniana, maleável ou inflável, que é escolhido pelo profissional de acordo com o quadro apresentado pelo paciente.

Assim, o homem idoso não deve deixar de ter atividades sexuais, mesmo com a presença de disfunção erétil, pois há no mercado diversas opções para tratamento deste male.

Como se vê, são diversas as causas das disfunções, mas a maioria delas tem tratamento, e por isso, é essencial que seja realizado exames periódicos e no caso da apresentação do problema, seja consultado um especialista, como o urologista.

 

 

Disfunção Erétil no Idoso é mais comum de acontecer! – Entenda os motivos!
4.8 (96.36%) 11 voto[s]