O Yahoo tem uma comunidade em que pessoas perguntam o que desejam saber e obtém respostas de outros usuários. Quem pergunta acaba obtendo diversos comentários que podem ser úteis ou não. Problemas de ereção é um assunto recorrente nessa rede social, porque para muitos se trata de uma questão tabu e sentem medo de expor esse transtorno ao médico do que expor anonimamente na Internet.

O tema disfunção erétil remédio Yahoo também gera muita discussão com e sem fundamento. Os problemas de ereção é um assunto sério e precisa da ajuda de um especialista para evitar a perde de tempo e riscos que tais receitas caseiras que são informadas no Yahoo cause algum risco.

Um exemplo dessa situação é de uma usuária que pedi ajuda para lidar com a disfunção erétil do parceiro, neste link: https://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20110910130442AAzLlcT

“Como lidar com o parceiro que tem disfuncao eretil?

Somos casados a 10 anos e ele no segundo ano de casamento começou com problemas, agora so fazemos sexo de vez em quanto, ele toma ciales quando quer e ai se funciona fazemos amor, mais e mais tempo sem sexo . Ele não quer procurar ajuda de profissional, eu estou ficando louca pois tenho so 40 anos e adoro sexo, chego a ter dor por falta. o que faço? Não quero trair ele.”

Respostas disfunção erétil remédio Yahoo assertivas

” Ele tem que ir ao urologista e tratar.

hoje tem cura impotência.

se ele não quer tratar…..fica difícil.”

Médicos urologista ou clinico geral farão uma avaliação para determinar a causa da disfunção erétil, constando a necessidade de outro profissional para efetuar o tratamento é realizado o encaminhamento para o especialista.

Respostas disfunção erétil remédio Yahoo duvidosas

“se vc ama ele, continua c ele, mesmo c o poblema dele, o dia q ele levanta aproveita.ok tbm passo por um poblema semelhante minha mulher tem fobia d penetracao, como eu a amo eu continuo c ela, vivo d mastur… e outras coicitas mais ok”

Para todos os casos de disfunção erétil existe tratamento atualmente. Não procurar ajuda gera um sofrimento desnecessário. Agrava mais a situação não buscar tratamento, principalmente se os problemas de ereção forem sintomas de outra doença como, por exemplo, diabetes e deficiência cardiovascular.

“Melhor resposta:  VOCÊ já deu a prova necessária para SEPARAR disfunção orgânica de psicológia.

SEU MARIDO NÃO TEM PROBLEMA FISIOLÓGICO ALGUM!…

Mas sim, psicológico.

De vez em quando não caracteriza tempo correto. Pode ser dias, semanas, meses ou anos…

(mas isto pouco importa e sim a CAUSA e como resolver isto).

Remédios agem NO CORPO e não na Psique.

Se você injetar Papaverina em uma Pessoa em coma, terá ereção completa. Vê?

Adorar sexo também é problema mental. Gostar é algo normal, natural e necessário.

Ninguém fica louco sem sexo, mas loucos possuem problemas de sexo, é diferente.

Ambos estão precisando se tratar, quem sabe ele term EFEITO de SUA conduta sexual, inibindo ele.

Pensar em trair e citar isto comparando ao caso, já denota bem …

Você quer resolver, não?

Então tem que procurar quem ENTENDA de Sexualidade Humana, e não será médico nem psicólogo, mas quem tem estudos a respeito da Sexualidade, além de poder ser algum Terapeuta.

(Sou membro da comissão de sexualidade humana, devo saber o que estou afirmando).

SIM, é possível detectar EXATAMENTE onde se encontra a causa de falta de ereção ou desejo sexual de SEU MARIDO, como também onde se encontra o problema que VOCÊ mesma já disse ter.

Em uma parceria assim, fica muito difícil mesmo… Ambos casos psicológicos ou mentais. “

Para determinar se a causa é física ao invés de psicológica é necessário realizar uma série de exames para confirmar a origem. O clinico não faz esse tipo de diagnóstico apenas conversando com o paciente.

O período mínimo de 3 meses com episódios em que homem tem dificuldade para alcançar ou manter uma ereção satisfatória para manter o ato sexual, é suficiente para caracterizar a presença da disfunção erétil.

Nesta resposta, entretanto, é positiva a afirmação de a medicação não trata a impotência quando a causa é psicológica, embora alguns profissionais recomendem para auxiliar a terapia ao trazer de volta a confiança do homem. Outro aspecto, relevante é que ambos necessitam de ajuda, em casos que a disfunção erétil é psicogênica a pessoa parceira pode contribuir muito para a cura.