Apesar do constrangimento que os problemas de ereção causam em um homem, principalmente nos mais jovens ou naqueles que estão começando agora uma nova relação, é preciso compreender que são eventos comuns à vida sexual masculina.

Seja por medo, insegurança ou mesmo pelo avançar da idade ou reflexo de algum problema de saúde, o fato é que todos os homens enfrentarão problemas de ereção em algum momento de sua vida.

Aliás, falhar é normal, e não deve ser visto como um problema quando se trata de algo esporádico. A questão se torna grave, apenas, quando esses problemas se tornam frequentes.

Se um homem começa a ter dificuldades em mais de duas relações sexuais por mês é preciso sair em busca da origem dos problemas de ereção tratamento. Do contrário, a questão pode prejudicar toda a vida de uma pessoa.

Está enfrentando esse problema e não sabe como agir? Conhece alguém que vive esse drama e gostaria de lhe dar um suporte, mas não tem ideia de como ajudar? Então esse texto foi feito sob medida para você. Aqui, mostraremos quais as principais causas dos problemas de ereção e como tratá-las.

Quais os problemas de ereção tratamento?

Os problemas de ereção, em sua grande maioria, não são causados por problemas orgânicos ou que necessitem de intervenções cirúrgicas ou requeiram tratamentos complicados.

Em muitos casos, a adoção de medidas simples, como o abandono de uso de certas substâncias e aderir a hábitos mais saudáveis já resolve o problema. Não acredita? Veja algumas destas medidas simples que vão lhe ajudar a contornar a questão facilmente.

Deixe de usar alguns remédios

Você sabia que alguns dos remédios que você usa em seu dia a dia pode ser o causador dos problemas de ereção que vem enfrentando? Isso porque alguns medicamentos contêm princípios ativos que desencadeiam, como reação adversa, os temidos problemas de ereção.

Um exemplo disto são os anti-hipertensivos ou os anti-depressivos. Dentre seus efeitos colaterais estão as disfunções eréteis. Mas isso não significa que você deva abandonar o tratamento por conta própria. Antes, converse com seu médico e vejam juntos uma dosagem que não prejudique a qualidade de suas relações sexuais.

Já para os demais medicamentos, de que você não tem tanta necessidade, a dica é fazer uma limpa e se livrar do que não é necessário. Lembre-se: nunca se automedique. Tomar remédio por conta própria é muito perigoso e pode prejudicar sua saúde.

Pratique atividade física

Você sabia que homens acima do peso estão mais propensos a ter dificuldades para conseguir uma ereção? Isso porque para eles, quando a circunferência do abdômen é superior a 39 polegadas, há mais chances de que eles tenham altas quantidades de gordura visceral.

A gordura visceral está relacionada a baixos índices de testosterona e, como sabemos, hormônios mais baixos significam libido em queda. Então, para os acabar com os problemas de ereção,  uma boa dica é começar aquela dieta e deixar o sedentarismo de lado.

Abandone o fumo

Fumar é um verdadeiro veneno para quem quer resolver os problemas com ereções ruins ou inexistentes. Isso porque o cigarro acaba entupindo as veias do pênis, dificultando sua irrigação.

Por isso, um dos melhores tratamentos para resolver de vez os problemas de ereção é abandonar o cigarro. Afinal, dos que deixam de fumar, 25% informaram ter ereções melhores. Quer um motivo melhor do que este?

Não leve problemas para casa

Todos nós levamos uma vida agitada, por isso é muito comum que, depois de sair do escritório, os problemas nos acompanhem e vão parar em nossa cama, impedindo que as relações sexuais mantidas sejam prazerosas.

Então, se você quer colocar um fim na dificuldade de ereção, é hora de relaxar e deixar os problemas do trabalho exatamente aonde eles devem ficar: no escritório. Procure pensar neles apenas durante o expediente.

Quando estiver em casa, com seu parceiro ou parceira, procure se concentrar apenas nesta pessoa, fazendo atividades relaxantes. Você vai ver como a vida no quarto será muito melhor.

Tenha uma ótima noite de sono

Dormir bem melhora não apenas sua produtividade, como também propicia ereções de qualidade. Você sabia que quem dorme menos de cinco horas por dia experimenta uma queda de 10% em seus níveis de testosterona?

Como sabemos, os hormônios masculinos ajudam a dar aquela força extra na hora da ereção. E dois deles, a dopamina e a serotonina são regulados pelo sono. Ou seja, quanto menos você dorme, menor a quantidade destes hormônios em seu sangue.

Por isso, procure dormir muito bem. Entre seis e sete horas todas as noites. Valorize o sono de qualidade, aquele em que você realmente consegue descansar, e não apenas virar na cama por horas.

Beba menos

Tomar uma taça de vinho pode te ajudar a relaxar, mas mais do que isso pode acabar com suas ereções. O excesso de álcool acaba minando sua libido, deixando você extremamente cansado e com muito sono.

Então, para não ter problemas com a ereção e aproveitar muito melhor as horas no quarto, reduza o consumo de bebida.

O que pode causar problemas de ereção?

Agora que você conhece os tratamentos possíveis para os problemas de ereção e viu como pode curá-los facilmente, é hora de descobrir o que pode desencadeá-los.

Você sabia que muitos dos problemas de ereção têm origem psicológica? Poucos, aliás, são causados por questões orgânicas, como malformações ou doenças graves.

Por isso, os grandes causadores dos problemas de ereção são fatores como a ansiedade, o estresse e as preocupações excessivas, comuns em nosso dia a dia.

Algumas vezes, os medicamentos que utilizamos para aliviar esses sintomas, e até mesmo aquela cervejinha que você está acostumado a beber para “esquecer” podem contribuir para provocar esse problema, assim como o sedentarismo.

Não praticar qualquer tipo de atividade física é um grave problema para quem está disposto a deixar a dificuldade de ereção de lado, afinal ficar parado não melhora em nada sua disposição e a circulação de sangue de seu organismo.

Agora que você conhece as causas, que tal ter uma vida mais saudável?